Super OvO

Engordurado de Internet

Mais de um

Acabara de tomar banho, tinha os olhos verde esmeralda, bigodes curtos como o de um Don Juan, barba por fazer, sobrancelhas arqueadas e finas, não era forte e conservava uma pança não muito saliente, usava óculos quadrado e sempre gostava de ser elegante antes das reuniões, colocou seu paletó preto com uma gravata prata, seu lenço no bolso e de cachimbo na mão resolveu se perfumar, um cheiro amadeirado junto de um doce cítrico tomou conta do quarto.

– Agora sim estou pronto para a reunião.

Falou com sua voz grave de barítono e foi de encontro ao escritório. Ao entrar logo fechou a porta para que sua mulher não ouvisse a conversa do grupo, assim que fechou foi logo abraçado por José, um rapaz simpático com uma barba sempre por fazer.

-Como vai essa força meu amigo, quanto tempo! -Dois dias não é muito tempo! Hahahaha! -Pra dois grandes filhas da puta como a gente sempre é! Hahaha! -Tudo bem eu adimito, grandes amigos nunca deveriam se separar assim!

Uma voz é escutada do fim da sala:

-Vamos tratar logo dos negócios.

É Lara, sempre bem elegante com seu terno preto.

-Parem com essas baboseiras e vamos tratar dos negócios. -Muito bem, qual é o próximo serviço que arranjou, vamos ver e saber quem se encaixa melhor. -Ok, o próximo é o dono de uma grande corporação de venda de veículos de luxo. -Hun…Grande coincidência. -Lara, Lara, Lara, pare com essas coisas e vamos sair pra tomar um café, passear na praia e conversar um pouco sobre a gente.

Esse era Juan, um galanteador por natureza, logo que falou tentou agarrar ela pela cintura e não conseguiu, Lara se esquivou como sempre.

-Tudo bem minha querida, um dia você ainda sentirá um amor incontrolável por mim e eu negarei…ou não. -Muito bem.

Ouve-se da poltrona. -Gostaria de saber o que posso fazer por vocês, sabem que minhas influências vão muito além do que vocês esperam. Disse Norman, um sujeito gordinho e que enfiava goela abaixo seu tom sério de chefe, isso fazia todos se calarem, sempre.

-Norman, você e suas influências que vão para o inferno, não ligo pra isso, me dêem os dados que eu aniquilo o sujeito silenciosamente, sem deixar de ser gracioso. Minhas armas nunca falham.

Disse Jonh afastando os óculo para a cabeça e logo cruzando os braços.

-Para o inferno você e sua arrogância seu incompetente!

Respondeu Norman.

-Você não conseguiria terminar um serviço com classe nem que eu lhe pagasse. -Sabe muito bem, senhor Norman, que eu sempre tenho classe, ao contrário de você e seus gorilas que chama de capangas.

Falou Jonh sem alterar o tom de voz enquanto Norman tinha veias pulsando com o mais puro ódio na face. Norman escorregou a mão até seu revólver, entretanto as mãos de Paulo o impediram, ao olhar com toda aquela raiva para Paulo, somente bastou os fortes olhos penetrantes de Paulo para o colocar de volta a si.

-Muito bem!

Gritou Paulo.

-Isso é desnecessário porra! Parecem crianças, seu idiotas, temos um serviço e tudo que sabem é brigar entre si, não importa quem vá! O que importa é recebermos o pagamento! -Ele está certo.

Respondeu o dono do escritório.

-Muito obrigado. O que acho é que deveriam parar e começar a ler bons livros, assim talvez, somente talvez vocês chegariam ao meu nível de compreensão da realidade.

Palmas rápidas são escutadas e Roberto, ou como gostava de ser chamado, Roberta se pronuncia sobre o assunto, sentado na mesa com as pernas cruzadas e um olhar devorador que suas sobrancelhas bem trabalhadas davam em cima de Paulo.

-Você realmente é o melhor e para o melhor somente o melhor, acho que eu deveria terminar esse serviço e acordar contigo ao meu lado Paulinho. -Não, obrigado.

Respondeu Paulo.

-Poxa, assim não tem graça, gostaria tanto de te agarrar e… -Para com isso mermão, colé, acho que vou tomar um ar pra areja as idéia.

Pontuou José e logo ouve-se um barulho de nariz sendo assoado.

-Desgulpe! Estou resfrigado!

Falou Reginaldo usando um lenço prateado. Um cheiro de fumo tomou conta do ar e todos viraram a cara com reprovação para Eliseu, sempre fumando seu cachimbo, mas sabia que nas reuniões houve proibição disso.

-Que foi! Nunca viram um velho fumando porra! Já sei, é proibido, mas vão se foder tá, tão demorando demais e meu pulmão não aguenta mais esse ar puro. -Não é possível que esse velho esteja falando sério.

Lara falou e começou a abrir o envelope.

-Claro que eu tô sua vaca! Não tenho tanto tempo quanto vocês, tenho que a aproveitar essa merda de vida caralho. Um velhor que nem eu, que já viveu tanta coisa não pode ficar perdendo tempo, tenho muito pra fazer antes de bater as botas e… -Tudo bem Eliseu, mas por favor, vá pra perto da janela, sabe que eu sou alérgico a isso, fora que meu perfume novo vai ficar inutilizado logo com esse cheiro de tabaco em mim. -Blá, blá, blá, você só sabe pensar nas tuas coisas Rui, vai viver a vida, segue a dica desse velho, vai comer umas putas sem se preocupar com sua nova camisinha importada. – Chega, sabe muito bem que meus bens são muito importantes pra mim e cruz credo eu usar uma camisinha importada para transar, nem roupa nova eu uso, fica muito fedorenta depois e ai tenho que jogar fora. -Idiota.

O anfitrião interviu.

-Vamos Lara, quem temos de matar? -Você não vai gostar, mas… -Serviço é serviço Lara. Leia por favor. -Temos que matar…v…vo..vo..você.

Por um momento ele sentiu as pernas fracas, toda sua vida de conquistas passou diante de seus olhos e lembrou de seu lema, serviço é serviço. Tomou ar e falou.

-Tudo bem, tudo bem. -Porra irmão, sinto muito, mas sabe comé né, somos amigos, mas é seviço e temos que cumprir. -Não sinta pena de mim amigo. -Muito bem, quem o matará?

Perguntou Lara e deu uma olhada pela sala inteira, ninguém se pronunciou, então ele pegou a arma de seu coldre sobre a camisa e disse:

-São todos covardes!

Um tiro foi escutado por toda a mansão e imediatamente a porta se abriu, era sua mulher. Olhou para a sala vazia e seu marido morto. As últimas palavras que ela o fez ouvir foi:

-Maluco. Agora isso tudo é meu!

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: